28/11/2013

ESTADO DE MINAS: Black Friday promete descontos de até 70%

À 0h desta sexta começa a Black Friday – tradicional liquidação americana, que ganhou versão brasileira –, que chega, este ano, com a promessa de mais segurança para o consumidor. Com descontos que vão até 70% em produtos e serviços oferecidos principalmente na internet, o alerta ainda é para que os compradores fiquem atentos para evitar golpes. Depois de registrar faturamento de R$ 243,8 milhões no ano passado, a expectativa é de um crescimento nominal de 60% em relação ao ano anterior, com a movimentação de R$ 390 milhões para o varejo digital, segundo dados da E-bit.

Para a edição deste ano, a previsão é de que 1 milhão de pedidos sejam feitos via internet e que o tíquete médio das compras fique em R$ 390. As categorias de maior valor agregado, como informática, eletrônicos e eletrodomésticos, devem ficar entre as mais vendidas, seguidas por moda e acessórios, telefonia e celulares. De acordo com pesquisa do site Busca Descontos, organizador do evento na internet, que consultou mais de 5 mil e-consumidores, 79% deles devem comprar durante o evento.

O publicitário Eduardo Mendes, que no ano passado comprou um videogame Xbox 360 na Black Friday, de R$ 1.499 por R$ 1.199, desconto de 20%, espera fazer novas aquisições este ano. Para isso ele deve pesquisar bastante, já que na edição anterior esbarrou em preços inflados e com pouco desconto. “A iniciativa é excelente, mas ainda temos o mal das empresas brasileiras, que só visam o lucro. A grande maioria não dá descontos, apenas camufla os preços”, critica. Ainda de acordo com Mendes, o cuidado é necessário em função da demanda, que torna os mecanismos de busca lentos. “O principal é pesquisar os preços antes e tentar comparar depois da meia-noite”, comenta.

OPORTUNIDADE

Embora a edição de 2012 tenha sido marcada por polêmicas, Pedro Guasti, diretor geral da E-bit, garante que o momento é propício para os consumidores que querem comprar com descontos, já que o setor vem se preparando para esse dia, reforçando suas operações e negociando boas condições com os fabricantes. De acordo com Pedro Eugenio, diretor-executivo do Busca Descontos, 120 lojas exibirão suas ofertas no site oficial do evento (www.blackfriday.com.br). O site reunirá cerca de 6 mil produtos e serviços com desconto e a previsão é de que mais de 850 mil pedidos de compra sejam feitos apenas na sexta. Entre as lojas participantes, Netshoes, Walmart.com.br, Magazine Luiza, Cia. Hering, Coca-Cola Clothing, RiHappy, TAM, Americanas.com, entre outras. “Percebemos que, junto com o interesse do consumidor por descontos, cresce o interessa das empresas pelo evento”, afirma.

De acordo com o presidente do Walmart.com no Brasil, Flávio Dias, depois de uma extensa preparação para o evento, a ideia é oferecer descontos de até 70% em diversos itens. “Tivemos uma venda oito vezes maior que a de um dia normal na edição do ano passado e as expectativas são as maiores possíveis”, comenta. “Os descontos estarão espalhados por todas as categorias e não temos nenhuma categoria que não tenha produtos promocionados em até 70%”, garante. Dias destacou ainda investimentos em tecnologia, infraestrutura, logística e um aumento no quadro de call center de 35%, que terá atendimento 24 horas, como forma de superar os resultados do ano passado e atender os anseios dos consumidores.

Consumidor protegido

Entre as novidades dessa edição que prometem proteger o consumidor, está a parceria do Busca Descontos com a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, que criou um Código de Ética para o Black Friday 2013. Dessa forma, as lojas virtuais que aderirem ao texto se comprometem a anunciar ofertas reais na ação. Caso a empresa não cumpra o acordo, poderá sofrer suspensões. Aquelas que aderem ao código são identificadas com o selo Black Friday Legal, que atesta a credibilidade das promoções.

Já o instituto Sieve, especializado em inteligência de precificação no comércio eletrônico, será responsável pela identificação da veracidade das ofertas do site oficial e o site ReclameAqui vai ceder um canal exclusivo para o usuário que quiser denunciar ou reclamar sobre as ofertas do Black Friday. De olho no aumento de demanda na internet, a Proteste - Associação dos Consumidores lançou uma cartilha online de comércio eletrônio (www.proteste.org.br/cartilhas).

Entre os aspectos abordados na cartilha, estão os cuidados ao comprar e as novas regras do e-commerce, estabelecidas pelo decreto nº 7.962, em vigor desde maio e que regulamentam esse tipo de atividade. A cartilha destaca ainda as modalidades de compras virtuais como as compras coletivas, importação online, clubes de compras e leilões, as formas de pagamento, a responsabilidade do site e o direito de arrependimento.

O Zoom (www.zoom.com.br), site comparador de preços e produtos, estará empenhado em monitorar as ofertas para identificar os produtos com maiores descontos, comparando os preços anunciados na data com promoções realizadas em períodos anteriores para avaliar a relevância dos descontos. Além disso, os especialistas do Zoom estarão disponíveis no Facebook para tirar as dúvidas dos consumidores sobre produtos. Quem escolher o Zoom para comparar os preços ainda contará com o Zoom Garante, serviço gratuito que assegura que o cliente receberá o seu produto ou dinheiro de volta (até o limite de R$ 3.000), sem pagar nada extra nas compras feitas nas lojas parceiras e sem burocracia. (CM)

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2013/11/28/internas_economia,474264/black-friday-promete-descontos-de-ate-70.shtml

voltar

Cadastre-se e concorra agora mesmo.

*Campos Obrigatórios

Categorias