13/11/2013

UOL ECONOMIA: Entidades de e-commerce lançam código de ética para o Black Friday

A Camara -e.net (Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico) e o site Busca Descontos lançaram, nesta quinta-feira (7), o Código de Ética para o Black Friday com o objetivo de controlar as promoções e o serviço prestado pelo varejo online durante o evento, que acontece no dia 29 de novembro.

A decisão de incentivar que as empresas sigam o código é para defender o consumidor de práticas abusivas, como os descontos maquiados – quando o lojista aumenta o preço do produto para depois fazer o desconto – e os problemas nas entregas. No ano passado, os órgãos de defesa do consumidor receberam muitas reclamações contra o Black Friday, que até chegou a ser chamado de "Black Fraude" pelos internautas.

Desa forma, este ano, as lojas participantes do evento serão convidadas a aderirem ao código e irão se comprometer a anunciarem ofertas reais. Caso a empresa não cumpra com o acordo, ela poderá sofrer uma suspensão temporária, cassação do direito de utilização do Selo Black Friday Seguro (que identifica a credibilidade da promoção), suspensão para o próximo Black Friday e até mesmo exclusão total da ação.

De acordo com o CEO do Busca Descontos, Pedro Eugenio, a regulamentação pode ser benéfica para todo o e-commerce nacional. "O Código de Ética busca não só trazer melhorias para o Black Friday, mas ajuda a autorregulamentar o e-commerce brasileiro."

O presidente da Camara-e.net, Ludovino Lopes, diz que as lojas precisam ser mais transparentes com o cliente. "Muitos consumidores se confundem com as promoções que estão sendo feitas para o Black Friday e as que não fazem parte do evento."

Além disso, o site Reclame Aqui irá ceder um canal exclusivo para o usuário que quiser denunciar ou reclamar sobre as ofertas do Black Friday Brasil 2013; já o Instituto Sieve (especializado em inteligência de precificação no comércio eletrônico) fará uma auditoria dos preços e será responsável pela identificação da veracidade das ofertas do site oficial da ação.

Black Friday Brasil

O evento é tradicional no varejo americano para preparar as lojas para o período de Natal; no Brasil, o Black Friday surgiu em 2010, com foco no comércio eletrônico. Na edição de 2012, o evento movimentou R$ 217 milhões em vendas, sendo que o tíquete médio das compras foi de R$ 401.

Dos consumidores que participaram da última edição, 79% pretendem continuar comprando no Black Friday e 78% irão indicar o evento para amigos e parentes.

Fonte: http://economia.uol.com.br/noticias/infomoney/2013/11/07/entidades-de-e-commerce-lancam-codigo-de-etica-para-o-black-friday.htm

voltar

Cadastre-se e concorra agora mesmo.

*Campos Obrigatórios

Categorias